Uns Baldes



Aquele que rouba, se isola. repete.

Aquele que repete, retorna (agora) ao Jac's.

Aquele que retorna, persegue e consegue.

Aquele que consegue, supera e seqüestra.

Aquele que seqüestra, ameaça e pede.

Aquele que pede, ameaça. Se vai.

Aquele que se vai, impede.

E aquele que fica, promete.

E se o baldinho voltar, vamos todos sentar no Jac's.

2 Copos na Mesa:

lúu.guimaraes 9 de fevereiro de 2011 17:28  

ooi adorei seu blog,estou te seguindo,me siga tmb
http://detudoquerealmenteimporta.blogspot.com/
bejos ;*

Rodolpho 12 de fevereiro de 2011 08:25  

Com certeza!
*-*

Postar um comentário

Numa garimpagem excêntrica, numa tentativa rústica de identificar o desnorteio (da psique) de um outrem que, em meio a confusão da dor, do ser, do vir e do está é que buscamos os melhores contos, histórias, realidades, fantasias, dramatizações, drasticidades e a honestidade do amargo, na qual somos complacentes do contexto ímpar, porém não único da vida de um HOMEM, de sua "catarse" sentimental diante de um balcão de bar.


Rodolpho Bastos
&
Tim Pires

Afinados

Tecnologia do Blogger.